Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)

Home > Notícias > PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)

06 de maio de 2021

PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)

PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)
A Secretária Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier, esteve nesta quinta-feira (6/5) com o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, no Rio Grande do Sul para o lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela. A Flona foi qualificada no PPI por meio do Decreto nº 10.381/2020, e o edital deve ser publicado nesta sexta-feira (7/5). 
 
A agenda de concessões do Ministério do Meio Ambiente (MMA), em parceria com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) e o PPI, visa fomentar o ecoturismo em parques nacionais e outros tipos de unidades de conservação (UC) federais. 
 
"Você tem mais estrutura, por exemplo, de alimentação, restaurantes, outras atividades de ecoturismo. Ao mesmo tempo, é um polo de atração de empregos. Toda vez que o turismo é incrementado, ele é aumentado, criam-se mais empregos", afirmou o Ministro Ricardo Salles. 
 
O edital estabelece obrigações para os investidores, como a manutenção da brigada de incêndio da unidade e o monitoramento e manejo de espécies. Além disso, devem ser realizados serviços essenciais, como a manutenção, limpeza e infraestrutura para tornar a experiência de ecoturismo mais atrativa e segura. O projeto prevê mais de R$ 9 milhões em investimentos, e, ao todo, entre investimentos em instalações físicas e operação dos serviços de apoio à visitação nas florestas, o valor estimado é de R$ 93 milhões.
 
“Aos poucos vamos transformando a realidade dos parques e florestas no país, trazendo parceiros privados para investir nessas infraestruturas em patamares que o poder público não consegue fazer. Os impactos sociais são muito grandes, pois as concessões geram emprego, renda e incentivam o turismo ecológico”, destaca a Secretária Especial do PPI, Martha Seillier. Vale ressaltar que a concessão não atribui nenhum direito sobre a titularidade da floresta concedida, ou seja, o patrimônio continua sendo da União, cabendo aos concessionários investir para melhorar as condições e a infraestrutura para visitação às Unidades de Conservação.
 
Localizada a 6,4 km do centro de Canela, a Floresta Nacional tem uma área de 557 hectares, com altitudes que chegam a 840 metros, destacando-se como uma das áreas turísticas com maior potencial na principal rota turística do Sul do Brasil, a Serra Gaúcha.

Galeria

PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)

PPI participa de lançamento do edital de concessão da Floresta Nacional de Canela (RS)

Leia outras notícias

  • Realizada concorrência da Floresta Nacional de São Francisco de Paula, no Rio Grande do Sul

    Continue lendo
  • TCU aprova estudos de concessão da BR-381/262/MG/ES e da Dutra

    Continue lendo
Acesso à Informação
Governo do Brasil