Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Setor elétrico: edital das distribuidoras é publicado e mais de 13 milhões de habitantes serão beneficiados

Home > Notícias > Setor elétrico: edital das distribuidoras é publicado e mais de 13 milhões de habitantes serão beneficiados

15 de junho de 2018

Setor elétrico: edital das distribuidoras é publicado e mais de 13 milhões de habitantes serão beneficiados

Leilão das Distribuidoras de Energia da Eletrobras

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) publicou, hoje (15), o edital de desestatização das seis distribuidoras de energia elétrica da Eletrobras. Os projetos foram qualificados no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) e são prioritários para o Governo Federal. O leilão acontecerá às 10h do dia 26 de julho, na B3, em São Paulo. O edital e os anexos estão disponíveis para acesso neste link

As distribuidoras de energia vinculadas à Eletrobras foram qualificadas na 1º Reunião do Conselho do PPI, por meio da Resolução nº 3. Na sequência, o Decreto nº 8.893, de 1º de novembro de 2016, qualificou essas distribuidoras de energia elétricas como prioridade nacional nos setores de energia.

As empresas são:

  • Companhia Energética do Piauí (CEPISA)
  • Companhia Energética de Alagoas (CEAL)
  • Companhia de Eletricidade do Acre (ELETROACRE)
  • Centrais Elétricas de Rondônia (CERON)
  • Boa Vista Energia S.A. (BOA VISTA)
  • Amazonas Distribuidora de Energia S.A. (AMAZONAS ENERGIA)

Nas áreas de concessão envolvidas são atendidos mais de 13 milhões de habitantes em seis Estados do País (Acre, Alagoas, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima), numa área de aproximadamente 2,46 milhões de km², correspondente a 29% do território nacional.

Histórico - O processo de desestatização das Distribuidoras da Eletrobras foi iniciado na década de 90 e retomado em 2016 através do Decreto 8.893/2016, que qualificou a desestatização das seis Distribuidoras como prioritárias no âmbito do Programa de Parcerias de Investimentos do Governo Federal (PPI), e designou o BNDES como responsável pela execução e acompanhamento destes processos de desestatização.

A Lei nº 13.360/2016 alterou a Lei nº 12.783/2013 com o objetivo de viabilizar a licitação de empresas sob controle direto ou indireto da União, Estados, Distrito Federal e Municípios, cujas concessões não foram prorrogadas (caso das seis Distribuidoras da Eletrobras), prevendo a possibilidade de a União promover nova licitação associada à transferência do controle acionário da concessionária, outorgando novo contrato de concessão pelo prazo de 30 anos. Posteriormente, a Resolução CPPI nº 20, (alterada pelas Resoluções CPPI nº 28 e nº 29), aprovou as condições para a transferência do controle acionário detido pela Eletrobras nas seis companhias (CEAL, CEPISA, CERON, Eletroacre, Boa Vista e Amazonas Energia) de forma associada à outorga da concessão do serviço de distribuição de energia elétrica nas respectivas áreas por 30 anos.


Fonte: BNDES 

Fonte: PPI

Leia outras notícias

  • Aeroportos da 5ª Rodada: PPI disponibiliza a versão em inglês do edital

    Continue lendo
  • Setor portuário: mais seis editais serão lançados ainda este ano

    Continue lendo