Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Projetos de concessão de portos do PPI entram em audiência pública

Home > Notícias > Projetos de concessão de portos do PPI entram em audiência pública

28 de junho de 2019

Projetos de concessão de portos do PPI entram em audiência pública

Audiência Pùblica Portos
A Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ) lança nesta segunda-feira (1°), consulta pública para quatro novos terminais portuários qualificados na 9° reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI). Esses empreendimentos somam aproximadamente R$ 500 milhões em investimentos. Contribuições podem ser enviadas até 31 de julho.

O objetivo da consulta é receber contribuições do mercado, da comunidade portuária e dos demais stakeholders, visando à melhoria dos documentos relacionados aos leilões. 

Os quatro projetos, que serão futuramente licitados, são terminais de granéis líquidos, especialmente combustíveis, localizados no Porto de Itaqui (MA), sendo dois brownfields (IQI 03 e IQI 11) e dois greenfields (IQI 12 e IQI 13). 

O Porto de Itaqui tem nos combustíveis a sua principal carga. Segundo o Plano Mestre, no ano de 2016 foram movimentadas 5,9 milhões de toneladas de derivados de petróleo, devendo chegar a 17,9 milhões de toneladas em 2060, seguindo uma taxa média de crescimento de 1,7% ao ano. 

O complexo de Itaqui funciona como um hub de distribuição de combustíveis para as regiões norte e nordeste. O combustível desembarcado no Porto do Itaqui atende aos Estados do Maranhão, Tocantins, Pará e Mato Grosso é armazenado na hinterlândia do Porto e embarcado, em navegação de cabotagem, para abastecer outros estados próximos. 

Os documentos técnicos objetos de Consulta Pública poderão ser acessados no site da ANTAQ.

Leia outras notícias

  • Edital de leilão de 12 linhas de transmissão, projeto do PPI/Casa Civil, é aprovado pela Aneel

    Continue lendo
  • PPI/Casa Civil apresenta boas práticas do programa para promoção da integridade e transparência no desenvolvimento de infraestrutura

    Continue lendo