Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Missão Brasil-Canadá: PPI participa de evento internacional

Home > Notícias > Missão Brasil-Canadá: PPI participa de evento internacional

25 de fevereiro de 2019

Missão Brasil-Canadá: PPI participa de evento internacional

Brasil e Canadá

O diretor da área de Energia do PPI, Anderson Márcio de Oliveira, participa da Missão Brasil-Canadá em Infraestrutura organizada pela Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), em parceria com o Consulado Geral do Canadá em São Paulo, entre os dias 25 e 28 de fevereiro, nas cidades de Toronto e Montreal. Serão quatro dias de atividades, com curso certificado pelo Certificado de Proteção Profissional (CPP), visitas técnicas a projetos de infraestrutura, dois dias de seminários para apresentação de projetos de infraestrutura brasileiros e das empresas participantes da missão, além de espaço para reuniões B2B com investidores canadenses.

Serão abordados os segmentos de energia elétrica, portos, aeroportos, logística e mobilidade urbana. Com presença confirmada de representantes dos seguintes fundos: Canada Pension Plan Investment Board (CPPIB), Brookfield, Ontario Teachers’ Pension Plan (OTPP), Export Development Canada (EDC), Caisse de dépôt, Ivanhoé Cambridge e do Banco Nacional do Canadá.

Os participantes terão acesso a um curso sobre Parceria Público-Privada (PPP), com certificação pelo Conselho Canadense de PPPs, oportunidade para discutir questões relacionadas à estruturação, financiamento e gestão de PPPs no modelo canadense.

A programação inclui visitas técnicas, rodada de negócios e seminário para apresentar os projetos no Brasil. As rodadas de negócios serão oportunidades para conversas diretas entre empresas e governos brasileiros com representantes de fundos e investidores canadenses.

Os representantes dos governos brasileiros devem ressaltar a estrutura da administração pública responsável pela condução de projetos de concessões e PPPs; razões que tornam os projetos atrativos a investidores; e inovações regulatórias ou regras nos editais que reduzem riscos e dão segurança jurídica a investidores.

 

Leia outras notícias

  • Leilão de portos arrecada R$ 219 milhões para o Governo Federal

    Continue lendo
  • Leilão da Lotex tem nova data: 26 de abril

    Continue lendo