Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Leiloados quatro terminais portuários, nos Portos de Aratu (BA), Maceió (AL) e Paranaguá (PR)

Home > Notícias > Leiloados quatro terminais portuários, nos Portos de Aratu (BA), Maceió (AL) e Paranaguá (PR)

18 de dezembro de 2020

Leiloados quatro terminais portuários, nos Portos de Aratu (BA), Maceió (AL) e Paranaguá (PR)

Leiloados quatro terminais portuários, nos Portos de Aratu (BA), Maceió (AL) e  Paranaguá (PR)
Foi realizada, nesta sexta-feira (18/12), na B3, sessão de leilão para arrendamento dos terminais portuários ATU12 e ATU18, no Porto de Aratu (BA); MAC10, no Porto de Maceió (AL); e PAR1, localizado no Porto de Paranaguá (PR). Os projetos fazem parte da carteira do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). 
 
A vencedora no leilão do terminal ATU12 foi a CS Brasil, que ofereceu R$ 10 milhões de outorga. Localizado no Porto de Aratu, no Estado da Bahia, possui área total de arrendamento de 154.916m², destinada a movimentação e armazenagem de granéis minerais, especialmente fertilizantes, os investimentos são estimados em R$ 229,7 milhões e possuirá o prazo de 25 anos para a exploração. 
 
O terminal ATU18, também no Porto de Aratu, teve três propostas e foi para os lances viva voz. A vencedora foi a CS Brasil, que ofereceu que R$ 52,5 milhões de outorga. O terminal possui área total de arrendamento de 51.562m², destinada a movimentação e armazenagem de granéis sólidos vegetais, especialmente soja. Os investimentos são estimados em R$ 120 milhões e possuirá o prazo de 15 anos para a exploração.
 
A vencedora no leilão do terminal MAC10 foi a Timac Agro Indústria, que ofereceu R$ 50 mil de outorga. Localizado no Porto de Maceió, no Estado de Alagoas, o terminal possui área total de arrendamento de 7.932m² destinada a movimentação e armazenagem de granéis líquidos, especialmente ácido sulfúrico. Os investimentos são estimados em R$ 12,7 milhões e o prazo de exploração será de 25 anos. 
 
O terminal PAR12, localizado no Porto de Paranaguá, no Paraná, também foi para os lances viva voz com três proponentes. A Ascensus Gestão e Participações SA foi vencedora, com outorga de R$ 25 milhões. Possui área total de arrendamento de 74.149m², que será destinada a movimentação e armazenagem de cargas Roll-on/Roll-off (Ro-Ro), especificamente veículos. Os investimentos são estimados em R$ 22,2 milhões. O prazo de arrendamento é de 25 anos. Será o primeiro arrendamento licitado diretamente pela Autoridade Portuária após o advento da Lei nº 12.815/2013.

“É um dia para celebrar, sobretudo a confiança das empresas no país. Vimos agora o leilão com intensa competição. Mais importante ainda que a outorga é o investimento que está sendo gerado com os terminais portuários. Tivemos um sucesso no leilão de linhas de transmissão nesta quinta-feira (17/12), mais de 7 bilhões em investimentos. Hoje, outro leilão bem-sucedido. Vamos ter um ano de 2021 extremamente positivo para a infraestrutura”, destacou o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. 

“A agenda de oportunidades de investimentos em portos brasileiros está até difícil de acompanhar! Um dia leiloamos arrendamentos portuários, no outro abrimos consulta pública de novas oportunidades, já publicamos edital para leilão de outros arrendamentos em abril. É uma agenda intensa de oportunidades que vão gerar muitos empregos e trazer mais competitividade ao Brasil", disse a Secretária Especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Martha Seillier. 
 

Leia outras notícias

  • Anatel aprova edital do 5G: entenda os futuros impactos da nova tecnologia para o Brasil

    Continue lendo
  • Alteradas datas de leilão dos projetos Cobre de Bom Jardim de Goiás/GO e Fosfato de Miriri/PE-PB com objetivo de aumentar prazo para visita de possíveis investidores

    Continue lendo
Acesso à Informação
Governo do Brasil