Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Mato Grosso do Sul e Paraná assinam acordos para viabilizar a Nova Ferroeste

Home > Notícias > Mato Grosso do Sul e Paraná assinam acordos para viabilizar a Nova Ferroeste

19 de agosto de 2020

Mato Grosso do Sul e Paraná assinam acordos para viabilizar a Nova Ferroeste

ferroeste1982020
Nesta quarta-feira (19/8), o Governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, e o Governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, assinaram acordos para viabilizar a Nova Ferroeste, projeto voltado à criação de um corredor ferroviário de exportação ligando o polo produtor de grãos do Mato Grosso do Sul (MS) e oeste do Paraná (PR) ao porto de Paranaguá (PR).  

A cerimônia foi realizada de forma virtual e contou com a participação da Secretária Especial do PPI, Martha Seillier, do Secretário de Parcerias em Transportes do PPI, Thiago Caldeira, do Assessor Especial do Ministro da Infraestrutura, Marcos Kléber Ribeiro Felix, e do Coordenador do GT responsável pelo Plano Estadual Ferroviário do Paraná, Luiz Henrique Fagundes. 

Foram assinados um Acordo de Cooperação Técnica entre Paraná e Mato Grosso do Sul e um contrato para execução dos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) do projeto do Corredor Oeste Exportação, abrangendo o trecho Maracaju (MS) - Paranaguá (PA) e o Ramal Cascavel (PA) - Foz do Iguaçu (PA). O corredor terá extensão estimada de 1370 km. O projeto abrange a revitalização e a construção de trechos ferroviários, a depender dos resultados dos estudos.  
 
A iniciativa atende ao objetivo de ampliar a malha ferroviária nacional de modo a atender ao transporte de cargas voltado à exportação e promover maior participação desse modal na matriz de transportes, uma vez que reduz os custos de frete, tem mais capacidade de carga em relação a outros modais e oferece mais segurança no transporte de mercadorias. 
 
A inclusão da empresa estadual Estrada de Ferro Paraná Oeste – Ferroeste na carteira de projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) foi recomendada por meio da Resolução 133/2020 do Conselho do PPI. A empresa detém a concessão para construir e operar estrada de ferro já existente entre as cidades de Guarapuava e Cascavel, com a possibilidade de extensão até Dourados, no Mato Grosso do Sul.
O apoio do Governo Federal à desestatização da Ferroeste por meio de sua qualificação no programa atendeu a uma solicitação do Governo do Estado do Paraná, visando atrair investimentos privados fundamentais para a concretização do projeto.

 

 

 

Autor: Clarissa Alves Machado | Thiago Caldeira | Martha Seillier

Galeria

reuniaonovaferroeste1

reuniaonovaferroeste1

reuniaonovaferroeste2

reuniaonovaferroeste2

Leia outras notícias

  • PPI e BID debatem estratégias para conservação do espaço marinho no país em webinar realizado nesta segunda-feira (23/11)

    Continue lendo
  • Leilão da PPP de Iluminação Pública de Petrolina é realizado com apoio do BNDES

    Continue lendo
Acesso à Informação
Governo do Brasil