Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Resolução do Conselho do PPI recomenda a criação e inclusão no PPI da Política "Pró-Minerais Estratégicos"

Home > Notícias > Resolução do Conselho do PPI recomenda a criação e inclusão no PPI da Política "Pró-Minerais Estratégicos"

04 de agosto de 2020

Resolução do Conselho do PPI recomenda a criação e inclusão no PPI da Política "Pró-Minerais Estratégicos"

terrasraras04082020

A Resolução 126/2020, publicada nesta terça-feira (4/8), recomenda ao Presidente da República a criação e qualificação no PPI da Política de Apoio ao Licenciamento Ambiental de Projetos de Investimentos para a Produção de Minerais Estratégicos - "Pró-Minerais Estratégicos". A decisão foi deliberada durante a última reunião do Conselho do PPI, realizada em 10/6. 

A política tem por objetivo selecionar projetos de produção de minerais estratégicos para o desenvolvimento do país e promover a articulação de diferentes órgãos de governo para fins de apoio ao licenciamento ambiental.

Os projetos que forem selecionados passarão a contar, em razão do seu caráter estratégico para o País, com o apoio da Secretaria Especial do PPI no acompanhamento dos processos de licenciamento ambiental, conduzidos pelos órgãos ambientais competentes, e na articulação necessária para minimizar riscos e solucionar conflitos que venham a ser identificados. 

A atuação da SPPI favorecerá a avaliação integrada dos impactos socioambientais mediante a facilitação, por exemplo, do diálogo entre o órgão ambiental competente pela condução do licenciamento ambiental e outras autoridades envolvidas, como órgãos gestores de unidades de conservação, a Fundação Nacional do Índio (Funai), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). 
 
 
Projetos estratégicos

Caberá ao Comitê Interministerial de Análise de Projetos de Minerais Estratégicos (CTAPME) a competência para definir, para fins de apoio ao licenciamento ambiental, os projetos considerados relevantes para a ampliação da produção nacional de minerais estratégicos.

Coordenado pelo Ministério de Minas e Energia (MME), o Comitê contará com a participação da Secretaria Especial do PPI/ME, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) e da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República, além do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). 


O Comitê Interministerial deverá ser criado por decreto juntamente com a política Pró-Minerais Estratégicos. O mesmo decreto presidencial nomeará os integrantes do Comitê, indicados por cada um dos órgãos e ministérios mencionados acima.

Critérios

A Resolução 126/2020 lista as características dos bens minerais que podem habilitar um projeto de investimento em mineração para receber tratamento prioritário no âmbito do governo: 

- Bens minerais de cuja importação o Brasil depende largamente para suprir setores-chave da economia (caso, por exemplo, do potássio e do fosfato, fundamentais para produção de fertilizantes agrícolas);

- Bens minerais importantes pela aplicação em produtos e processos de alta tecnologia (caso das chamadas terras raras, fundamentais para a indústria eletroeletrônica e produção de semicondutores, entre outros usos); e

- Minerais em cuja produção o Brasil detém vantagens comparativas, sendo essenciais para a economia pela geração de superávit da balança comercial (caso, por exemplo, do minério de ferro e do nióbio).


 

Leia outras notícias

  • PPI e BID debatem estratégias para conservação do espaço marinho no país em webinar realizado nesta segunda-feira (23/11)

    Continue lendo
  • Leilão da PPP de Iluminação Pública de Petrolina é realizado com apoio do BNDES

    Continue lendo
Acesso à Informação
Governo do Brasil