Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Leilão do Projeto Polimetálico de Palmeirópolis/TO acontece em outubro

Home > Notícias > Leilão do Projeto Polimetálico de Palmeirópolis/TO acontece em outubro

25 de setembro de 2019

Leilão do Projeto Polimetálico de Palmeirópolis/TO acontece em outubro

Leilão do Projeto Polimetálico de Palmeirópolis/TO acontece em outubro
O leilão da Promessa de Cessão de Direitos Minerários do Complexo Polimetálico de Palmeirópolis, sul do estado de Tocantins, será realizado no próximo dia 21 de outubro. A sessão pública ocorrerá no Auditório da CPRM, Av. Pasteur, nº 404, Urca, município do Rio de Janeiro/RJ.
 
O certame é um processo inédito de venda de ativos minerários de áreas que estão há mais de 30 anos estagnadas, sem gerar receitas para a União e com um grande potencial a ser explorado. O projeto integra o portfólio de ativos do PPI/Casa Civil e o leilão é conquista de esforços da Companhia de Pesquisas e Recursos Minerais – CPRM e do Ministério de Minas e Energia – MME.
 
A estimativa de arrecadação é de R$ 15 milhões com bônus. Em investimentos, são esperados mais de R$ 255 milhões, além da expectativa de geração de 2.500 empregos. A autorização para o lançamento de edital deste projeto foi assinada em julho deste ano pela Secretária Especial do PPI, Martha Seillier, no evento Diálogo com o Setor Mineral, Promovido pela Agência Nacional de Mineração (ANM) e realizado no MME. 
 
“O PPI vem conduzindo essa discussão junto com a CPRM para destravar esse importante direito de exploração de minério que vinha há muito anos sem solução”, afirmou Martha. 
 
O projeto de Palmeirópolis tem caráter piloto e potencial de produção de zinco, cobre e chumbo, dentre outros minerais. Além deste projeto, a CPRM possui outros 29 ativos minerários que poderão seguir o mesmo, caminho gerando empregos, renda e fomentando o desenvolvimento local.  
 
O Projeto Palmeirópolis compreende seis processos minerários, totalizando 6.050 ha, todos com relatórios finais de pesquisa aprovados. Qualificado na 1ª Reunião do Conselho do PPI, em 2016, é denominado polimetálico pela presença associada de Pb-Zn-Cu-Cd-Ag-Au. Distante cerca de 520 km de Goiânia, o acesso se dá pelas rodovias GO-080, BR-153 e GO-343. Palmeirópolis está a 130 km da Rodovia Belém-Brasília e desta até os depósitos de minério o acesso é efetuado por estradas municipais e/ou vicinais não pavimentadas, com distância média de 25 km.

 

Leia outras notícias

  • Qualificado no PPI/Casa Civil em novembro, edital para licitação do Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza é publicado

    Continue lendo
  • Decretos publicados no DOU qualificam iniciativas no PPI/Casa Civil

    Continue lendo