Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Iniciado plano de desestatização da Codesa, projeto qualificado no PPI/Casa Civil

Home > Notícias > Iniciado plano de desestatização da Codesa, projeto qualificado no PPI/Casa Civil

09 de setembro de 2019

Iniciado plano de desestatização da Codesa, projeto qualificado no PPI/Casa Civil

Iniciado plano de desestatização da Codesa, projeto qualificado no PPI/Casa Civil
Em dia histórico para o setor portuário brasileiro, o PPI/Casa Civil esteve junto aos Ministérios da Infraestrutura e da Economia, além do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), na manhã desta segunda-feira (9). O encontro teve a finalidade de dar início o plano de desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa), a primeira do Brasil. A iniciativa do Governo Jair Bolsonaro é a quebra um paradigma centenário na gestão dos portos públicos.

A Seretária Especial do PPI, Martha Seillier; e a Diretora de Programa da Secretaria de Transportes do PPI, Ana Luiza Salles, participaram do díálogo junto ao Ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas; Diretor Geral da Antaq, Mário Povia; Secretário Nacional de Portos e Transportes Aquaviários, Diogo Piloni; Secretária de Fomento, Planejamento e Parcerias, Natália Marcassa; Fernando Soares (Sest/ME) além do consórcio de consultorias contratado.

O projeto é um marco para o setor. A Secretária Especial Martha Seillier, explica que há poucos casos no mundo de desestatização da gestão do Porto Público. "Existe o desafio de definir um modelo atrativo. As premissas da administração pública são entraves à gestão eficiente de um ativo portuário, o qual depende de agilidade nas tomadas de decisão, de modo a permitir que os gestores possam reagir aos constantes processos de modernização e avanços tecnológicos específicos  do setor", esclarece.

A Diretora Ana Luiza Salles completa: "Além das melhorias de capacidade técnica, operacional e financeira, a participação da iniciativa privada nesses projetos também se revela como uma alternativa para a desoneração do Estado, no que se refere às obrigações financeiras e na realização dos constantes investimentos necessários".

Leia outras notícias

  • Edital de leilão de 12 linhas de transmissão, projeto do PPI/Casa Civil, é aprovado pela Aneel

    Continue lendo
  • PPI/Casa Civil apresenta boas práticas do programa para promoção da integridade e transparência no desenvolvimento de infraestrutura

    Continue lendo