Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Anatel aprova edital do 5G: entenda os futuros impactos da nova tecnologia para o Brasil

Home > Notícias > Anatel aprova edital do 5G: entenda os futuros impactos da nova tecnologia para o Brasil

26 de fevereiro de 2021

Anatel aprova edital do 5G: entenda os futuros impactos da nova tecnologia para o Brasil

Anatel aprova edital do 5G: conheça os futuros impactos da nova tecnologia para o Brasil
O Conselho Diretor da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou, nesta quinta-feira (25/2), o Edital de Licitação de espectro de radiofrequências para redes de telecomunicações de quinta geração, importante avanço para as discussões sobre a implantação da tecnologia 5G no país e para a agenda do projeto. A transição para o 5G é considerada a revolução tecnológica mais importante do último século, e este será o mais importante leilão de radiofrequências já realizado no Brasil. Cada vez mais perto de se tornar realidade, os impactos da tecnologia não se limitarão apenas ao aumento de velocidade e maior facilidade nas comunicações, mas trarão uma cadeia de benefícios à população brasileira.
 
Com qualificação recomendada no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) por meio da Resolução nº 88/2019, o Leilão 5G se traduzirá em uma revolução para diversos setores, como saúde, logística, indústria, planejamento urbano, segurança e agricultura. 
 
Serão abarcadas as seguintes faixas de radiofrequência: 700 MHz, 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz. A faixa de 3,5 GHz é considerada a principal banda média harmonizada em caráter global para a tecnologia 5G, por meio da qual os dados serão transmitidos em ultravelocidade dos celulares e aparelhos em geral para as torres de comunicação. Para se ter uma ideia, enquanto o 4G fornece velocidades de até 1 Gbps, o 5G fornecerá até 20 Gbps. Isto é, o 5G tem potencial para revolucionar a indústria de telecomunicações, com conexões mais profundas e chegando a regiões brasileiras que atualmente não têm acesso à internet. Estima-se que, atualmente, 20% dos domicílios brasileiros estejam sem oferta adequada ou desprovidos de serviços. Com o edital do 5G, a conectividade será expandida para todas as localidades acima de 600 habitantes, reduzindo este índice. 
 
“O leilão trará investimentos bilionários ao setor, permitindo um salto de digitalização ao Brasil, com transformações para diversos setores, que se beneficiarão da tecnologia de alta precisão. Sem dúvidas, é um dos projetos que mais deve atrair interesse de investidores, não só pela quantidade de espectro e diversidade de opções do leilão, mas também pelo impacto na vida da população brasileira”, destaca a Secretária Especial do PPI, Martha Seillier. 
 
O 5G permitirá, por exemplo, que os fabricantes automatizem operações, remodelem fábricas e gerem novas linhas de produtos. A latência (tempo total para a comunicação ir e vir) ultra baixa – de 1 milissegundo do 5G contra 10 milissegundos do 4G –, combinada com análise de dados e inteligência artificial, facilitará a colaboração entre pessoas e robôs. Permitirá também o controle de máquinas em tempo real. E, com a conectividade massiva, todas as máquinas poderão interagir entre si, fornecendo atualizações contínuas. Em resumo, o 5G será a chave para apoiar a conectividade sem fio necessária para alimentar novas fábricas e cidades inteligentes. 
 
Impacto semelhante acontecerá na saúde. Arquivos de imagem, como ressonâncias magnéticas, poderão ser transmitidos a qualquer lugar em segundos, auxiliando médicos e enfermeiros. Vídeos de alta qualidade e a baixa latência tornarão as cirurgias remotas uma realidade cada vez maior, auxiliando pacientes a terem acesso a especialistas e a realizarem procedimentos que não estariam disponíveis por empecilhos geográficos, por exemplo. A realidade virtual e a inteligência artificial oferecerão aos médicos informações mais detalhadas e novas possibilidades de atuação.
 
O 5G permitirá que o transporte público funcione com mais eficiência, e também possibilitará rápida comunicação entre veículos e infraestruturas, isto é: veículos autônomos e sensores embutidos em estradas, ferrovias e aeroportos trarão novos serviços e modelos de negócios para o setor de transportes, além de gerarem dados que se converterão em mais segurança. 
 
“Se o 4G mudou a vida das pessoas, o 5G irá remodelar a sociedade e os meios produtivos. Não se trata apenas de aumento de velocidade, conforme ocorreu na transição da tecnologia de terceira para quarta geração. A quinta geração tem outras facetas, notadamente aquelas relacionadas à Internet das Coisas. A transição para o 5G, tecnologia ainda na sua primeira infância, é um catalisador da inovação e de novas tecnologias, como inteligência artificial, robótica e realidade aumentada”, ressalta o presidente do conselho diretor da Anatel, Leonardo de Morais. 
 
Com a votação pelo Conselho Diretor da Anatel, o próximo passo, após a conclusão dos trabalhos de precificação, será o encaminhamento do edital para o Tribunal de Contas da União. A expectativa é de realização do leilão ainda no primeiro semestre, com incontáveis benefícios econômicos e sociais para o país.  
 
Saiba mais sobre o leilão do 5G no texto divulgado pela Anatel, clicando aqui
 

Leia outras notícias

  • Ministério da Economia realiza audiência pública para a privatização da CeasaMinas

    Continue lendo
  • MDR anuncia o edital de concessão do Perímetro Irrigado do Baixio do Irecê

    Continue lendo
Acesso à Informação
Governo do Brasil