Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Governo Federal qualifica no PPI carteira de projetos mais diversificada desde a criação do programa

Home > Notícias > Governo Federal qualifica no PPI carteira de projetos mais diversificada desde a criação do programa

20 de agosto de 2019

Governo Federal qualifica no PPI carteira de projetos mais diversificada desde a criação do programa

Governo Federal qualifica no PPI carteira de projetos mais diversificada desde a criação do programa
A 10ª Reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (CPPI), a acontecer na próxima quarta-feira (21), qualificará 33 novas iniciativas para o portfólio do PPI/Casa Civil, que marcarão o leque mais diversificado de projetos desde a criação do Programa, em 2016. Conduzida pelo Ministro-Chefe da Casa Civil e Presidente do CPPI, Onyx Lorenzoni, a reunião contará com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, e da Secretária-Executiva do CPPI e Secretária Especial do PPI, Martha Seillier.

Esta é a segunda reunião realizada no Governo Jair Bolsonaro e a primeira sob o comando de Onyx Lorenzoni. O ministro destaca que o PPI é estratégico para o Brasil e todo o governo está mobilizado para reverter o baixo grau de investimento dos últimos anos. “Os resultados obtidos este ano demonstram a confiança no novo momento do país, e acima de tudo, que o governo Bolsonaro está no caminho certo”, salienta Onyx.

Projetos de infraestrutura qualificados no PPI passam a compor a carteira do programa e tornam-se, a partir de então, prioridade nacional. A mudança do PPI para a Casa Civil refletiu nos projetos prospectados, no intuito de contemplar outros ministérios e políticas setoriais, que não apareceram em reuniões anteriores. Como salienta a Secretária Martha Seillier, “o PPI prospecta parcerias privadas, buscando alternativas para resolver problemas históricos, como obras paralisadas e a grande crise fiscal que o Brasil tem vivido”.

A novidade desta reunião é a qualificação de políticas sociais, para as quais ainda não se pensava solucionar com parcerias privadas. “Com a 10ª reunião, teremos a diversificação da carteira de projetos do PPI, antes muito voltada às áreas de transporte/logística e energia. Agora, entramos com outras prioridades como PPPs das creches, a estruturação de projetos para atacar a questão de resíduos sólidos, todo o apoio aos estudos visando à universalização do saneamento básico, PPPs de presídios e iluminação pública, com foco no combate à criminalidade violenta”, explica Martha Seillier.

A reunião será conduzida pelo Ministro Onyx Lorenzoni, presidente do Conselho, e contará com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro, e ainda, a Secretária Especial do PPI, Martha Seillier; o Ministro da Economia, Paulo Guedes; o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas; o Ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos; o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; o Ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto e os presidentes da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães; do BNDES, Gustavo Montezano e do Banco do Brasil (BB), Rubem Novaes.

Como forma de mostrar ainda mais o processo de diversificação pelo qual a carteira de projetos do PPI irá passar, também foram convidados o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro; o Ministro da Defesa, general de Exército Fernando Azevedo e Silva; o Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; a Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina; o Ministro da Educação, Abraham Weintraub; o Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicação, Marcos Pontes; a Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; o Ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Jorge Oliveira e o Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República, General de Exército Augusto Heleno Ribeiro Pereira.

PPI em números
 
Em pouco mais de três anos, o PPI apresentou resultados relevantes para a infraestrutura e economia do Brasil. Dos 248 projetos qualificados nas nove reuniões anteriores do CPPI, 151 já foram leiloados e vão gerar cerca de R$ 262,5 bilhões de investimentos nos próximos anos, sem contar o valor das outorgas de cerca de R$ 52,3 bilhões para a União.

Leia outras notícias

  • Edital de leilão de transmissão 2/2019, projeto do PPI/Casa Civil, é aprovado pela Aneel

    Continue lendo
  • PPI/Casa Civil apresenta boas práticas do programa para promoção da integridade e transparência no desenvolvimento de infraestrutura

    Continue lendo