Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Ferrovia EF-334/BA - Ferrovia de Integração Oeste - Leste-FIOL (trecho entre Ilhéus/BA e Caetité/BA)​

Ferrovia EF-334/BA - Ferrovia de Integração Oeste - Leste-FIOL (trecho entre Ilhéus/BA e Caetité/BA)​ 

Home > Projetos > Ferrovia EF-334/BA - Ferrovia de Integração Oeste - Leste-FIOL (trecho entre Ilhéus/BA e Caetité/BA)​

Andamento do projeto

Estudos

Consulta Pública

Acórdão TCU

Edital

Leilão

Contrato

29/08/2018
2º trimestre de 2019
3º trimestre de 2019
  • Concluído
  • Em andamento
  • A realizar

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber informações dos projetos de (Ferrovias)

  • CLASSIFICAÇÃO POR REUNIÃO

    1ª Reunião

  • SETOR

    Ferrovias

  • TIPO DE ATIVO

    Ativo Existente

  • Status do Projeto

    Em andamento

  • MODELO

    Subconcessão

  • TIPO DE INICIATIVA

    Estatal

  • UF

    BA

  • DEMANDA

    20 milhões de toneladas em 2023 e 70 milhões em 2053

  • INVESTIMENTO CAPEX

    1.140.000.000,00

  • ÓRGÃOS ENVOLVIDOS

    ANTT, MTPA, Governo do Estado da Bahia

  • PRAZO (ANOS)

    A definir

  • OUTORGA MÍNIMA

    A definir

Informações do projeto

A Ferrovia de Integração Oeste-Leste – FIOL (EF-334) tem extensão de 1.527 quilômetros, entre Ilhéus/BA e Figueirópolis/TO. O empreendimento está dividido em três trechos:

a.            Trecho I: Ilhéus/BA – Caetité/BA, com extensão de 537 km, dos quais mais de 72% de execução física da obra. Este trecho foi qualificado para subconcessão na primeira reunião do Conselho do PPI, em 13 de setembro de 2016.

b.            Trecho II: Caetité/BA – Barreiras/BA, com extensão de 485 km, dos quais cerca de 20% das obras estão executadas.

c.            Trecho III: Barreiras/BA – Figueirópolis/TO, com extensão aproximada de 505 km, em fase de estudos e projetos.

O investimento total atual previsto para as obras dos trechos 1 e 2 da FIOL (Ilhéus/BA – Caetité/BA e Caetité/BA – Barreiras/BA) é da ordem de R$ 6,1 bilhões.

A FIOL constitui-se em importante corredor de escoamento de minério do sul do estado da Bahia (Caetité e Tanhaçu) e de grãos do oeste baiano. Há ainda a possibilidade de integração futura com a Ferrovia Norte-Sul, indo ao encontro do objetivo de integração das malhas ferroviárias e melhora das condições logísticas do país.

O escoamento das cargas será feito prioritariamente por meio dos TUPs Porto Sul e Bahia Mineração S.A. (BAMIN), ambos localizados na região de Aritágua, município de Ilhéus. Os dois empreendimentos constituirão o Complexo Portuário Porto Sul, com retroárea de 1.224 ha, ponte de acesso marítimo e píer com quebra-mar a 3.500 metros da costa.

O TUP Porto Sul será construído pelo Governo da Bahia e terá capacidade de movimentar 75 milhões de toneladas de granéis sólidos (grãos), carga geral e carga conteinerizada. O cronograma de implantação prevê o prazo de até quatro anos e seis meses para início de suas atividades, sendo previsto o investimento de R$ 2,4 bilhões. Esse TUP poderá receber embarcações de até 260 metros de comprimento e calado de 15 metros.

O TUP BAMIN será construído pelo Eurasian Resouces Group (entidade privada) e terá a capacidade de movimentar 20 milhões de toneladas de granéis sólidos (minério), com previsão de três anos de construção, sendo previsto o investimento de R$ 898 milhões. Esse TUP terá capacidade para receber navios de até 220 metros de comprimento e 18,3 metros de calado.

 

  • O objetivo do empreendimento é especificamente viabilizar o escoamento da produção de minério de ferro produzido na região (onde se encontra a Bahia Mineração – BAMIN), através do Porto Sul (importante complexo portuário a ser construído nas imediações de Ilhéus);
  • As obras do empreendimento, atualmente a cargo da VALEC, apresentam avanço físico de mais de 72%, já tendo recebido cerca de R$ 1,95 bilhão em investimentos. Estima-se que seja necessário mais R$ 1,14 bilhão para a conclusão das obras;
  • Várias obras-de-arte encontram-se concluídas ou em execução, incluindo pontes, viadutos, o túnel de Jequié, destacando-se a ponte sobre o Rio São Francisco, com 2,9 km de extensão, a maior ponte ferroviária da América Latina.
  • Situação atual do projeto

     Os estudos foram aprovados para fins de consulta pública pelo Despacho de 06/08/2018 do Ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil.

    A ANTT aprovou a abertura da Audiência Pública nº 10/2018.

    O período para o envio de contribuições foi das 18 horas do dia 29 de agosto de 2018 às 18 horas do dia 15 de outubro de 2018. As Sessões Públicas da Audiência foram realizadas nas cidades a seguir indicadas:

    Sessão Pública: Ilhéus/BA, em 21 de setembro de 2018, horário: 8:30h às 12h

    Local: Hotel Praia Sol - Salão Jequitibá I - Av. Tancredo Neves, S/N - São Francisco

    Capacidade: 200 lugares

    Sessão Pública: Brasília/DF, em 25 de setembro de 2018, horário: 14h às 18h

    Local: Auditório Eliseu Resende - Ed. Sede da ANTT - Setor de Clubes Esportivos Sul - SCES - lote 10 - trecho 03 - Projeto Orla Polo 8

    Capacidade: 300 lugares

    Aguarda-se a publicação do Relatório Final da Audiência Pública pela ANTT para posterior envio ao TCU.

Galeria

Fiol / Valec

Fiol / Valec

Fiol / Valec

Fiol / Valec

Ver outros projetos

  • Petróleo e Gás Natural - Pré Sal (3ª Rodada)

    Veja Projeto
  • Concessão do Tramo Norte do Ferroanel de São Paulo

    Veja Projeto