Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

Cessão onerosa: leilão de excedente será realizado em outubro

Home > Notícias > Cessão onerosa: leilão de excedente será realizado em outubro

17 de abril de 2019

Cessão onerosa: leilão de excedente será realizado em outubro

Pré Sal

O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) aprovou, nesta quarta-feira, 17, os parâmetros técnicos e econômicos do Leilão dos Volumes Excedentes ao Contrato da Cessão Onerosa.  Firmado pela Petrobras e a União em 2010, o contrato garantia à empresa explorar cinco bilhões de barris de petróleo em áreas do pré-sal pelo prazo de 40 anos.

O valor a ser pago pelo bônus será de R$ 106,561 bilhões. Desse valor, serão descontados cerca de R$ 33 bilhões para a Petrobras, pagos para a empresa a título de negociação do aditivo do contrato fechado com a União. O governo pretende licitar esses excedentes em 28 de outubro.

Segundo estimativas da Agência Nacional do Petróleo (ANP), são previstos volumes excedentes na área que podem variar de seis bilhões a 15 bilhões de barris de óleo equivalente, o que deve atrair grandes petroleiras globais, uma vez que a Petrobras já está produzindo na região e o risco exploratório é baixo.

Serão leiloadas as áreas de Atapu, Búzios, Itapu e Sépia, na Bacia de Santos. Para a área de Búzios, o bônus de assinatura é de R$68,194 bilhões e percentual mínimo de óleo-lucro de 23,25%; a área de Sépia tem bônus de assinatura de R$ 22,859 bilhões e percentual mínimo de óleo-lucro de 27,65%; para a área de Atapu, o bônus de assinatura é de R$13,742 bilhões e percentual mínimo de óleo-lucro de 25,11%; e para a área de Itapu, bônus de assinatura é de R$1,766 bilhão e percentual mínimo de óleo-lucro de 19,82%.

 

Leia outras notícias

  • Decretos qualificam empreendimentos no PPI/Casa Civil e no PND

    Continue lendo
  • Memorando estabelece comissão apara acompanhar estruturação de concessão de rodovias qualificadas no PPI/Casa Civil

    Continue lendo