Seu navegador não suporta javascript!

Programa de Parcerias de InvestimentosPPI

ATU18 - Terminal de granéis sólidos vegetais no porto de Aratu - Candeias/BA

ATU18 - Terminal de granéis sólidos vegetais no porto de Aratu - Candeias/BA 

Home > Projetos > ATU18 - Terminal de granéis sólidos vegetais no porto de Aratu - Candeias/BA

Andamento do projeto

Estudos

Consulta Pública

Acórdão TCU

Edital

Leilão

Contrato

17/12/2019
26/03/2020
3º trimestre de 2020
4º trimestre de 2020
  • Concluído
  • Em andamento
  • A realizar

Newsletter

Cadastre seu e-mail para receber informações dos projetos de (Portos)

  • CLASSIFICAÇÃO POR REUNIÃO

    12ª Reunião

  • SETOR

    Portos

  • TIPO DE ATIVO

    Ativo Novo

  • Status do Projeto

    Em andamento

  • MODELO

    Arrendamento

  • UF

    BA

  • CAPACIDADE

    90.000 toneladas

  • INVESTIMENTO CAPEX

    119.387.000,00

  • ÓRGÃOS ENVOLVIDOS

    ANTAQ, MINFRA, EPL, SPPI

  • PRAZO (ANOS)

    15 anos

  • CRITÉRIO DE LEILÃO

    Maior valor de outorga

Informações do projeto

O projeto ATU18  foi qualificado na 12ª Reunião do Conselho do PPI por meio da Resolução nº 107, de 19/02/2020.

Projeto “greenfield” com, aproximadamente, 51.562 m² (cinquenta e um mil, quinhentos e sessenta e dois metros quadrados), que será dedicado à movimentação e à armazenagem de granel vegetal sólido no Porto do Aratu/BA.

O contrato terá o prazo previsto de 15 anos, prorrogável sucessivas vezes, a critério do Poder Concedente, no limite de 70 (setenta) anos. Nesse período, a previsão é que o futuro arrendatário realize investimentos na ordem de R$ 119.387 milhões em instalações e equipamentos necessários para operação, como a construção de todo sistema de armazenagem, com capacidade estática mínima de 90.000 toneladas.

Para atendimento da capacidade estática estimada, foi prevista a instalação de 05 (cinco) novos silos com capacidade unitária de 18.000 toneladas e instalação do sistema de transporte de correias. Para operação do futuro terminal, estima-se o investimento em aumento da capacidade estática em aproximadamente 30.000 m3, alcançando mais de 64.000 m3.

O complexo portuário no qual o terreno está inserido funciona como rota de escoamento da produção e importação do Polo Industrial de Camaçari – o maior complexo industrial integrado do Hemisfério Sul, abrigando mais de noventa indústrias químicas e petroquímicas, além de outros setores como automotivo, de celulose, metalurgia do cobre etc.

 Da mesma forma, o porto atende ainda o Centro Industrial de Aratu (CIA), que agrega empresas dos setores químico, metalmecânico, calçadista, alimentício, metalúrgico, de minerais não metálicos, de plásticos, de fertilizantes, eletroeletrônico, de bebidas, de logística, moveleiro, têxtil, de serviços e de comércio.

  • Situação atual do projeto

    O processo foi protocolado no TCU em 30/03/2020. Aguarda-se a publicação do Acórdão.

Galeria

ATU18 - Terminal de granéis sólidos vegetais no porto de Aratu - Candeias/BA

ATU18 - Terminal de granéis sólidos vegetais no porto de Aratu - Candeias/BA

Ver outros projetos

  • STS 14 – TERMINAL DE CELULOSE NO PORTO DE SANTOS/SP

    Veja Projeto
  • Apoio ao licenciamento ambiental da rodovia BR-135/BA/MG (trecho entre Barreiras/BA e Manga/MG)

    Veja Projeto